Veja os melhores cremes para cabelo ondulado

cremes para cabelo ondulado
Foto: (reprodução/internet)

Cabelos ondulados são lindos, mas podem ser desafiadores, uma vez que podem ser confundidos como cabelos rebeldes. Continue lendo para saber os cremes para cabelo ondulado.

PUBLICIDADE

Isso acontece porque não é um tipo de fio definido, hora parece que é liso, hora parece que é cacheado, mas não é nem um dos dois.

Se você tem cabelos ondulados e já passou ou ainda passa por isso, saiba que existem algumas informações necessárias para cuidar bem das suas madeixas. Quando bem cuidados e nutridos, os cabelos ondulados são incríveis.

Para isso, separamos informações importantes sobre esse tipo de cabelo e quais os tipos de cremes para cabelos ondulados.

PUBLICIDADE

Como ter certeza de que meu cabelo é ondulado?

Primeiro, você precisa se certificar de que seu fio realmente é ondulado. Muitas pessoas só descobrem seu tipo de fio depois dos 30.

Isso acontece porque não é simples perceber se seu cabelo tem as mesmas propriedades de um cabelo ondulado. Muitas vezes, as ondulações são tão sutis, que você pode ficar anos sem ter certeza.

Sendo assim, os principais tipos de fios ondulados são:

2A: Ondulado fino: tem formato de “s” suave, são fios quase lisos, que formam leves ondas e não possuem muito volume.

2B: Ondulado médio: possuem um formato de “s” mais expressivo, tem tendência a frizz e não são fáceis de modelar.

PUBLICIDADE

2C: Ondulado grosso: são fios com mais volume e formam cachos soltos. Não ficam grudados na raíz e são difíceis de modelar.

Como cuidar do meu cabelo ondulado?

Se você tem fios ondulados, seu cabelo é versátil e você poderá deixar seu cabelo mais liso ou se render ao volume, estimulando as ondas. Mas alguns cuidados devem ser tomados para valorizar a textura natural do seu cabelo, o que vai desde a lavagem até a finalização.

Lavagem: fios ondulados podem apresentar maior acúmulo de oleosidade, por isso, é preciso lavá-los com mais frequência. Você pode adotar a periodicidade de lavagem em dias alternados ou lavar três vezes por semana. Além disso, aposte em produtos que lavam e limpam o seu couro cabeludo sem ressecar as pontas.

Hidratação: como esse fio une duas características: raíz oleosa (liso) e pontas secas (cacheado), a hidratação é um passo essencial. Escolha máscaras hidratantes com ingredientes leves e naturais. Tente equilibrar entre produtos que possuem uma quantidade de óleos e componentes neutros.

Não escove a seco: isso gera volume instantâneo. Você deverá retirar os nós com ele molhado e quando os fios estiverem secando, tente amassar as ondas de baixo para cima. Pode usar também, um creme para pentear.

Não mexa muito no seu cabelo: evite ficar passando a mão, isso deixa o cabelo sem forma e aumenta o frizz.

Que tipos de creme posso usar?

É preciso estar atento à textura, composição e custo benefício do creme que você pretende escolher.

Deixe as texturas pesadas de lado: se você perceber que a textura é pesada e grossa, é bom evitar o creme. Isso pode pesar os fios e deixá-lo com uma aparência diferente do que é natural.

Opte por cremes com propriedades nutritivas e hidratantes: isso pode ajudar a amenizar o frizz em cabelos com muito volume.

Reduza o atrito: para cabelos com muito volume, evitar o atrito se faz necessário. Por exemplo, o atrito entre a toalha de banho, que pode ser substituída por uma camiseta de algodão na hora de enxugar e atritos com travesseiros, que podem ser reduzidos com toucas de cetim.

Use cremes de proteção térmica ou FPS para proteção dos seus fios: o calor atrapalha a saúde dos fios e se for finalizar com o secador, escolha algum creme com proteção térmica para diminuir os danos. Além disso, mesmo que não seja exposto a fontes artificiais, o calor natural do dia e a exposição ao sol também afetam seus fios, por isso, utilize produtos com FPS.

Se você tiver couro cabeludo sensível, opte por produtos que tenham em sua composição, parabenos e petrolatos. Mas não tem sido fácil encontrar esses produtos no mercado, pois podem causar alergias.

Escolha o produto de acordo com o custo-benefício das embalagens e a sua necessidade: as opções e tamanhos são muitas, caso queira experimentar o produto ou levar na bolsa, opte pelas embalagens menores. Se o produto já for de uso recorrente, opte pelas embalagens maiores para pagar menos.

E você, gostou das dicas? Deixe seu comentário.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner