As 5 Small Caps para investir em Maio de 2019, segundo o BTG

De acordo com os analistas da BTG, eles focaram nas menos liquidas ações do mercado para eleger 5 apostas em small caps.
Assim as recomendações de small caps para o mês de maio da BTG incluíram modificações estratégicas, mas alguns ativos foram mantidos.
Índice de conteúdo Carteira recomendada Small Caps maio/19CVC (CVCB3)Linx (LINX3)Ser Educacional (SEER3)Santos Brasil (STBP3)Tegma (TGMA3) Carteira recomendada Small Caps maio/19
As ações da Sul América (SULA11) e Iguatemi (IGTA3) deixaram o portfólio para maio. Então a nova composição da BTG, seguem as ações com volume médio de negociação diário de R$15 milhões.
O índice de mercado postulado como benchmark para carteiras de small caps é o Índice SMLL. Então no mês de abril o marcador teve queda de -0,47%, a carteira teve de se adaptar com nova configuração. Leia também   Brasil só tem 400 empresas listadas na bolsa, contra 5.400 nos EUA
CVC (CVCB3)
No último pregão as ações da CVC (CVCB3) marcaram um volume de negociação de R$134.400 mil. Assim a variação média do período foi negativa em -0,87%, terminando o dia cotada a R$56,85.
O gráfico indica que após a maior queda de abril 13,1%, o ativo teve boa recuperação. A receita da empresa em 4T18 teve incremento de 70,11%, entretanto o período era de alta para o setor de turismo. Linx (LINX3)
A empresa do ramo de softwares teve um desempenho negativo na última sexta-feira 3. Quando a variação média ficou em -0,38%, levando ao fechamento em R$31,40.
A maior alta registrada na cotação da Linx (LINX3), ocorreu ainda no início de abril. No 1T19 a empresa não levou a melhor na guerra das maquininhas, sendo seu lucro prejudicado com perda de 35%. Leia também   Small Caps da Terra Investimentos para Agosto Ser Educacional (SEER3)
As ações da Ser educacional (SEER3) tiveram queda de -3,46% vendida a R$21,77, nas negociações da bolsa do dia 3. As empresas de menor capitalização, seguramente foram as mais afetadas com a retração do período.
Apenas cinco dias antes da fraca sexta-feira, a empresa teve seu pico de cotação em R$23,20. A aquisição da Uni Norte por R$194,81 milhões em abril, sinalizam que a empresa ainda tem força no mercado. Santos Brasil (STBP3)
O setor de logística está representado pela Santos Brasil (STBP3), a small caps movimentou o volume de R$1.255.400 milhões. A ação fechou o pregão do dia 3 de maio em R$3,79, com variação de -1,04%.
A oscilação elevou o valor da ação em abril, após atingir sua menor cotação de R$3,60. No 4T18 a empresa teve queda de 79,5% do lucro líquido, em relação ao mesmo período do ano anterior. Leia também   Carteira Small Caps Santander para Agosto 2019 Tegma (TGMA3)
Por fim, mais uma indicação do ramo logístico Tegma (TGMA3), porém com um volume menor de negociação R$128.600 mil. As ações tiveram um preço final de R$26,00 na última sexta-feira, sendo a variação média 3,79%.
Após atingir os R$24,92 a tendência de queda se dispersou, e se deu uma ligeira recuperação, como se pode ver no gráfico. Então o lucro apurado no 1T19 foi de R$26,62 milhões, que representa um aumento de 90,20% em relação ao 1T18. Tags: 1T181T194T18BTGCVC (CVCB3)Iguatemi (IGTA3)índice SMLLLinx (LINX3)Santos Brasil (STBP3)Ser Educacional (SEER3)Small CapsSul America (SULA11)Tegma (TGMA3)