Carteira recomenda para junho da Planner

Foi equilibrada a carteira recomenda para junho da Planner, retirando 6 ações do mês anterior.
O objetivo dos analistas da Planner é recuperar o desempenho, que foi negativo em maio frente ao Ibovespa. Então confira as mudanças que foram feitas no portfólio e os desafios do mercado neste período.
Índice de conteúdo As ações escolhidas para carteira recomenda para junho da PlannerVulcabras AzaleiaRandon SADestaques da carteira Planner de maio As ações escolhidas para carteira recomenda para junho da Planner
Com a desvalorização de -1,62% da carteira Planner e diante da súbita alta do Ibovespa de 0,70%, a estratégia mudou. Assim mesmo que a expectativa em relação à Reforma da Previdência, tenha mantido o positivismo dos especialistas.
As ações que entraram para o portfólio foram a Vulcabras (VULC3), Pão de Açúcar (PCAR4) e Tim Participações (TIMP3). Também foram incluídas Itaúsa (ITSA4), Bradesco (BBDC4) e Randon (RAPT4). Leia também   Carteira recomendada de ETFs para Junho de 2019, da Genial Vulcabras Azaleia
A Vulcabras (VULC3) tem mais de 60 anos no mercado dos calçados do Brasil. Então possui duas linhas nesse setor uma esportiva, com marcas como a Olympikus e outra feminina encabeçada pela Azaleia.
Então produtos são comercializados em mais de 30 países, de modo que se distribuem em mais de 18 mil pontos de venda. Contudo a receita líquida foi de R$299 milhões no 1T19, assim o crescimento foi de 2,7% em relação ao 1T18.
Assim a cotação da VULC3 fechou em R$6,19 nas negociações desta última sexta-feira, uma queda de 0,16%. Entretanto o menor preço de negociação que teve no dia foi de R$6,16.
Tanto as ações do Pão de Açúcar (PCAR4) como Tim Participações (TIMP3), são muito recomendadas pelas corretoras. Isso desde fevereiro e elas parecem estar correspondendo às expectativas dos investidores. Leia também   Que ações os fundos de investimento estão negociando?
Por sua vez o setor financeiro está representado na carteira por dois dos maiores bancos do país. Então após a publicação dos relatórios 1T19 as ações Itaúsa (ITSA4) e Bradesco (BBDC4) voltaram a normalidade. Randon SA
A última novidade da carteira recomenda para junho da Planner é a Randon (RAPT4), que atua no setor logístico de transporte. De fato, nos últimos 12 meses a empresa acumulou um lucro líquido de mais de R$ 195 milhões.
No último pregão a RAPT4 fechou em alta cotada a R$8,65 e a variação foi positiva em 2,85%. Apesar de conseguir subir gradualmente seu valor de negociação, a ação acabou com um preço próximo ao da abertura. Destaques da carteira Planner de maio
Em maio a AES Tiete (TIET11) contribuiu com uma valorização de 7,9% para a carteira Planner. A empresa pertence ao grupo AES Brasil, que é uma gigante no setor de energia de elétrica. Leia também   Cielo, Marcopolo, Ferbasa: confira carteira semanal da Nova Futura
Nas negociações desta sexta-feira, a ação da TIET11 alcançou o preço de R$11,63. Sendo que a variação positiva foi de 0,43%, o que possibilitou o fechamento exatamente na média.
O restante da carteira foi composto pela Fleury (FLRY3) do setor de diagnósticos médicos. Lojas Americanas (LAME4) do setor de varejo e Usiminas (USIM5) do setor siderúrgico. Tags: 1T181T19Bradesco (BBDC4)ibovespaItaúsa (ITSA4)Lojas Americanas (LAME4)Olympikus AzaleiaPão de Açúcar (PCAR4)PlannerRandon (RAPT4)Reforma da previdênciasetor de diagnósticossetor de energia de elétricasetor de varejosetor financeirosetor logísticosetor siderúrgicoTim Participações (TIMP3)Usiminas (USIM5)Vulcabras (VULC3)