COE: o que é e como investir

Quer combinar a segurança da renda fixa com a rentabilidade da renda variável? O COE é uma opção veja abaixo.
O COE – Certificado de Operações Estruturadas – é uma novidade que vem ganhando bastante espaço no mercado financeiro brasileiro.
Apesar de ter sido regulamentado em 2013, somente recentemente, em 2015, foi autorizada a sua distribuição pelas corretoras de valores.
O seu funcionamento é feito de forma bem semelhante às Notas Estruturadas, que são um investimento muito comum nos EUA.
São muitos indicados para quem já tem algum valor aplicado com uma boa rentabilidade na renda fixa. E ainda para quem deseja diversificar seus investimentos sem muito risco.
Mesmo que seja um investimento mais seguro que a aplicação em ações, é necessário ter alguns cuidados na hora de escolher o seu COE. Continue lendo para mais informações. Como funciona um COE?
Existem hoje no mercado dois tipos de COEs. O principal é o COE com valor nominal protegido, onde não há risco de perder o capital investido. Leia também   Co-fundador da Apple elogia Bitcoin e critica Zuckerberg
Entretanto no outro, denominado valor nominal em risco, há a possibilidade de perder até o limite do valor investido. Sendo assim, mesmo nesse caso não há a possibilidade de perder nada a mais do que o valor aplicado.
Porém, vale ressaltar que cerca de 90% dos COEs disponíveis no mercado hoje se enquadram na categoria de valor nominal protegido. Afinal essa tem sido uma das grandes vantagens que eles apresentam.
A rentabilidade de um COE sempre é atrelada a um indexador. Podendo nesse caso ter como base o índice Ibovespa, uma variação cambial de dólar ou ações de empresas internacionais.
Outra forma muito usada são as cotações de commodities, como café ou até mesmo soja.
É feito uma projeção de desempenho desse índice. Então o banco emissor criará regras, para diversas situações que podem vir a acontecer com ele. Sendo assim seus ganhos serão em cima dessas regras.
Os bancos determinam as porcentagens a serem pagas de acordo com metas de subida do índice. Logo, tudo isso estará discriminado no DIE – Documento de informações essenciais. Leia também   Ações da PetroRIO (PRIO3) estão baratas?
Como citado anteriormente, caso o índice fique negativo, você não perde o seu capital investido. Mas para isso é necessário conferir se o seu COE é de valor nominal protegido.
Outra coisa que pode acontecer é que o índice suba mais que o esperado. Mas, ainda assim, você continuará ganhando apenas o valor máximo estipulado no DIE. Como investir em um COE?
Para investir em um COE, é necessário ter uma conta em uma corretora de valores. Depois é necessário analisar o DIE dos COEs disponíveis e verificar o que mais se encaixa no seu perfil.
No DIE contarão todas as informações necessárias para que você realize seu investimento com segurança. Pois cada COE é único e todos terão muitas particularidades. Por isso é necessário estudar um a um.
No DIE constarão informações tais como: Data de início Prazo para término Banco emissor Rentabilidade do investimento Valor mínimo para investimento Se é de valor nominal protegido ou valor nominal de risco Regras para ganhos Leia também   Magazine Luiza vai distribuir lucro a acionistas: saiba mais
Vale lembrar a rentabilidade de um COE não é diária. Sendo assim, não é possível resgatar o valor aplicado antes do término do prazo estipulado. Simulação de COE
Vamos simular aqui uma situação para que fique mais claro como poderão ser estipuladas as regras para rentabilidade. Desse modo usaremos como indexador a Ibovespa, veja abaixo uma hipótese de regra. Caso o Ibovespa fique estável ou caia durante o período de investimento, o investidor terá direito somente a ter o seu capital aplicado de volta. Caso haja a valorização de até 20%, os ganhos do investidos serão proporcionais a valorização ocorrida. Entretanto, caso a valorização seja maior que 20%, o investimento terá um retorno fixado em 20%
Em conclusão um COE é uma opção simples para quem deseja começar a investir em renda variável. Mas não quer correr o risco de perder o dinheiro com uma escolha ruim. Tags: #lucroCOECoesDIEibovespaInvestimentoProteçãoRentabilidade