Como avaliar se uma ação está "barata ou cara"?

Avaliar o preço de uma ação é a função da “análise fundamentalista”, entretanto o conceito é pouco difundido.
Saber avaliar se uma ação está cara ou barata, certamente é um dos fatores de sucesso para um trader. Continue lendo este artigo, para afiar seus conhecimentos a respeito de análises fundamentalistas e análises técnicas.
Índice de conteúdo O que é Análise Fundamentalista?Índice usado para saber se uma ação está cara ou barataPreço por lucro ou P/LAnálise técnica O que é Análise Fundamentalista?
A análise fundamentalista se baseia nos números contábeis das empresas, conforme estes dados são divulgados. A forma como esses números são percebidos pelo mercado, também influência no preço da ação.
A facilidade em conseguir dados direto dos sites de finanças, de certa forma reprime a aprendizagem por parte dos traders. Mas não diminui a importância desta importante ferramenta.
Nos próximos tópicos você aprenderá a fazer sua própria avaliação, e assim descobrir se uma ação está cara ou barata. Leia também   Trader negociou US$5 bilhões em ações por acidente: Ele Achava que estava praticando no sistema de testes Índice usado para saber se uma ação está cara ou barata
Os índices ajudam a definir se uma ação está cara ou barata, mas a maioria deles leva em conta o valuation. É um termo em inglês que significa o valor real, ou de uma ação ou de uma empresa.
O método que reduz uma ação a esse valor real, ainda que muito preciso, fornece apenas valores circunstanciais. Em resumo isso significa que cada avaliação terá um valor aproximado, de acordo com os números que levou em consideração.
Veja em seguida um tipo de análise fundamentalista, sendo que ela leva em consideração, lucro, preço e quantidade de ações. Preço por lucro ou P/L
Neste caso se considera o valor atual da ação, multiplicado pelo número de ações que a empresa tem no mercado. Este será o “P”, assim divide-se o P pelo L, que não é nada mais do que o lucro da empresa. Leia também   Previsão AUD/USD: Setembro de 2018
Essas informações podem ser consultadas facilmente tanto no site da empresa como no site da Bovespa. Veja um exemplo:
Figura 1
Figura 2
Figura 3
A ação escolhida foi a Petrobras PN (PETR4), que são as ações preferenciais da empresa. O objetivo é avaliar se no dia 7 de maio, o preço da ação estava caro ou barato.
Na Figura 1 está o preço da ação, já a Figura 2 mostra a quantidade de ações PETR4 no mercado. Por fim o gráfico mostra o lucro da empresa em R$ bilhões, isso no primeiro trimestre deste ano.
Calculando: P = R$26,35 * 5.602.042.788 = 147.613.827.463,8
P/L = 147.613.827.463,8 = 36,61965454323989
4.031.000.000
O número 36,62 não é o valor certo da ação, é apenas um indicador que pode ser comparado ao de outras ações. Quanto menor esse valor melhor, ou seja, a ação será mais barata.
Os outros índices seguem a mesma lógica, como por exemplo: preço por valor patrimonial (P/VPA) e endividamento por patrimônio (Div / Patrim). Leia também   Análise Gráfica – Indicador DMI (Movimento Direcional)
Há ainda os que levam em consideração o valor de dividendos pago pela empresa, assim como o crescimento da receita. Estes por sua vez avaliam os dados por projeção em determinado período. Análise técnica
A análise técnica define se uma ação está cara ou barata, através dos padrões gráficos de negociação desta ação. Para isso traders e analistas destacam certo período de oscilação, em seguida o estudam.
A grande vantagem deste método, é que ele se baseia em uma grande quantidade de dados. Isso garante mais precisão para a análise, mas por outro lado falta sensibilidade.
Isso porque os dados são objetivos, ou seja, somente números de oferta e procura. Não estão inclusos os dados intangíveis como percepções dos traders, e isso é algo em comum com as análises fundamentalistas. Tags: ação está cara ou barataAnálise Fundamentalistaanálise técnicaPETROBRAS PN (PETR4)tradervalor realValuation