Como controlar a sua ansiedade e porque isso é importante para seus investimentos

Você tem experiência com investimentos, mas sente que não tem alcançado toda a rentabilidade que poderia? O motivo pode ser excesso de ansiedade, continue lendo o artigo e descubra o porquê.
Abordaremos como o excesso de ansiedade pode estar limitando seus lucros. E te apresentaremos estratégias que podem ajudar a superar esse problema.
No final do texto você terá assimilado conceitos que contribuirão para o enriquecimento do seu perfil de investidor.
Índice de conteúdo Por que a ansiedade pode prejudicar seu investimento em ações?Como controlar a ansiedade na hora de investirPlanejamentoColchão de LiquidezCarteira de Investimentos diversificadaCautela ao acompanhar o Day tradeCautela ao acompanhar os rendimentos Por que a ansiedade pode prejudicar seu investimento em ações?
A ansiedade é um estado emocional natural do ser humano. Então em níveis normais ela nos mantém atentos e prontos para lidar com os imprevistos do dia a dia. Porém por conta da rotina frenética que levamos, ela tem se tornado cada vez mais patológica.
Quando ficamos com um nível de ansiedade maior do que o normal, perdemos a capacidade de raciocinar,perante uma situação imprevisível. Assim o que normalmente nos conduz por dois caminhos: Paralisação – O excesso de ansiedade não nos permitirá reconhecer qual a melhor estratégia para resolver um problema. Então por medo de errar, teremos a tendência de não tomar nenhuma ação. Inconsequência – A ansiedade será tão grande em resolver de uma vez por todas a questão. Assim perderemos a capacidade de enxergar a situação como um todo. Então adotaremos a primeira ação que nos vier à mente, o problema é que, normalmente, essa ação é a mais arriscada. Leia também   Qual o segredo de Warren Buffett?
Tendo experiência com o mundo das ações, já é possível concluir que nenhum desses caminhos é aconselhável.  A compra e venda de ativos financeiros já é arriscada.
É necessário que o investidor saiba lidar com situações adversas e consiga manter a calma na hora de decidir. Então a fim de minimizar os riscos do investimento e potencializar os lucros. Como controlar a ansiedade na hora de investir
A ansiedade é gerada por focarmos toda a nossa atenção no futuro, ou no passado. Portanto, para controlar o excesso da mesma é necessário aprender a viver o presente. Pois é no presente que temos a possibilidade de plantar uma semente para o futuro, ou consertar um erro do passado.
Não adianta você adquirir um imóvel, por exemplo, pensando unicamente no retorno que esse investimento te dará no futuro. Você precisa analisar com cuidado se essa negociação está dentro das suas possibilidades e se ela não comprometerá o restante da sua carteira de investimentos. Leia também   Ações Small caps vão crescer, apesar de cenário global incerto
Focando nas atitudes que você pode tomar para reduzir sua ansiedade na hora de participar ativamente do mercado financeiro, preparamos a lista abaixo: Planejamento
Sabemos que lidar com o mercado financeiro requer traquejo para enfrentar eventualidades. Porém, é importante que você elabore o seu perfil de investidor, delimitando quais são os tipos de investimentos que te deixam mais à vontade. E quanto do seu patrimônio você está disposto a aplicar em ativos de risco.
Ter tudo isso pensado de antemão te permitirá agir com maior segurança, evitando que você comprometa seus recursos em aplicações duvidosas. Colchão de Liquidez
Já que investimento em ações está usualmente atrelado a risco, é uma boa ideia você ter um Colchão de Liquidez para amparar possíveis quedas.
Esse colchão nada mais é do que o acúmulo de certo capital, aplicado em renda fixa, capaz de suprir sua demanda financeira por um período de no mínimo 6 meses. Dessa forma, você se sentirá mais assegurado ao lidar com investimentos com alta rentabilidade e instabilidade. Leia também   Bull Market: O que é, definição Carteira de Investimentos diversificada
O mais aconselhado é que você invista apenas naquilo que você conhece, porém, não adianta concentrar todas as sua aplicações em um único nicho.
É importante que sua carteira de investimentos englobe aplicações de alto, médio e baixo risco.
Também é aconselhado que você invista em fontes diversas. Como por exemplo, ações, fundos imobiliários, imóveis, veículos e renda fixa. Assim, apesar das oscilações do mercado, você terá ativos em alta. Cautela ao acompanhar o Day trade
Não é uma boa ideia ficar acompanhando as oscilações no Day Trade de cinco em cinco minutos a espera de uma boa oportunidade. Além de contribuir para um quadro de aumento da ansiedade, isso te levará a tomar decisões precipitadas e perigosas. Cautela ao acompanhar os rendimentos
Certos ativos, principalmente os de longo prazo, passam por oscilações diárias de queda e alta.
Acompanhar todos os dias seus investimentos pode te levar a desistir de ativos que estão passando por um momento de queda, mas que voltarão a gerar rendimento.
Assim estude o mercado, as empresas e leia análises, a reflexão sempre é o melhor caminho! Tags: AçõesansiedadeInvestimentopazReflexão