ETF de Renda Fixa do Tesouro: saiba como funciona

Se você está começando no mundo dos negócios pode ser que uma ETF seja uma excelente opção. Assim descubra nesse artigo como funcionam e se elas se encaixam com a sua ideia de investimento.
Para iniciar simplificando, se você não sabe o que é ETF irá descobrir agora! ETF do inglês (Exchange Traded Fund) que significa Câmbio de fundo comercial.
Então um ETF é um fundo, um pacote ações, as melhores do índice. Ou seja, é um pacote (Fundo) onde você comprará as melhores ações no momento.
Assim quando você escolhe comprar um ETF, você não estará investindo em apenas uma ação. E sim em todas as 50 ações presentes em um índice.
Além do risco de perda diminuir, pois você está diluindo seu investimento em vários papeis, a possibilidade de crescimento é grande, sem falar na diversidade de investimento. Assim você entende o que é ETF de ações, mas e de renda fixa? Você sabe como funciona? Leia também   O que são fundos cambiais e quando investir neles ETF de Renda Fixa do Tesouro
Enquanto os ETF de índice de ações depende da variação dos índices o ETF de renda fixa prefixado tem um prazo e um valor par resgate.
O ETF do tesouro direto finalmente irá sair e você já pode reservar suas cotas até o dia 29 de abril. As cotas do fundo de renda fixa são diferentes da ETF explicadas acima que são de renda variável ou seja de ações.
É o segundo ETF de renda fixa e será feito pelo Itaú e se chamará It Now Id ETF IMA-B vai refletir o índice IMA-B.
O primeiro fundo de ETF de Renda Fixa foi feito por Mirae Asset Global Investments e replica o S&P/B3 Índice de Futuros de Taxas de Juros. Leia também   PagSeguro vs Cielo: comparativo entre maquininhas e taxas
Porém esse da Mirae  é indexado ou seja espera atingir determinado ganho. Já o novo ETF será prefixado, ou seja, que tem um prazo defino para resgate.
Veja algumas vantagens do novo ETF de renda fixa: Não terá IOF nas aplicações até 30 dias Menos impostos que os títulos e os fundos de renda fixa tradicionais Não terá come-cotas semestral Taxa de administração mais baixa que outras rendas fixas
A negociação do ETF está prevista para 21 de maio. Então esse novo ETF terá como aplicação: Papéis do governo corrigidos pela inflação Notas do Tesouro Nacional série B (NTN-B), que pagam juros mais a variação do IPCA Aplicação dos recursos de acordo com a carteira do Índice de Mercado Anbima ou IMA-B, que acompanha a variação de todos os 14 vencimentos de NTN-B Leia também   Mercado de ações (10/01) – Privatização CEMIG e mais Tags: #lucroetfETF Renda FixaETF Tesouro DiretoIMA-BInvestimentoItaúMiraeNTN-BRenda fixa