Ibovespa na máxima histórica e agora, a Bolsa está cara?

Em mais um dia de alta e boas notícias, o Ibovespa fechou o dia nos 107.381 pontos e renovou sua máxima histórica. E agora, a Bolsa está cara?
Antes de saber a nossa opinião, confira o que é notícia no mercado hoje: Política e economia Votação da Reforma da Previdência
O Plenário do Senado Federal deve aprovar entre hoje e amanhã a Reforma da Previdência no segundo turno. Lembrando que a matéria foi aprovada em primeiro turno com 56 votos, 7 a mais que os 49 necessários. IPCA mais baixo em mais de 20 anos
Hoje tivemos a divulgação do  Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que segundo o IBGE, subiu 0,09% em outubro. Mesmo vindo um pouco acima do esperado, esse é o menor resultado para um mês de outubro desde 1998. Em doze meses, o IPCA-15 foi para 2,72% em outubro, o nível mais baixo desde maio de 2013.
Aqui no Brasil, o Ibovespa subiu 1,28% a 107.381 pontos.  Já o dólar teve baixa de 1,23% a R$4,08.
Destaques de baixa: SEER3 (-3,11%), GNDI3 (-2,81%), MYPK3 (-2,37%), BRKM5 (-2,20%), RAPT4 (-2,18%).
Destaques de alta: LOGN3 (+15,34%), GFSA3 (+7,89%), GOLL4 (+6%), YDUQ3 (+5,10%), SHOW3 (+3,92%). Destaques corporativos Petrobras (PETR3/PETR4)
A Petrobras informou às distribuidoras aumento do preço do GLP residencial (de até 5,3%) e empresarial (de até 3,2%) a partir de hoje. Carrefour (CRFB3)
O Carrefour Brasil registrou vendas brutas trimestrais, sem considerar gasolina, de R$ 14,44 bilhões no terceiro trimestre, uma alta alta de 8,9% em relação ao mesmo trimestre de 2018. Considerando apenas o Atacadão, as vendas avançaram 9,0%, atingindo um faturamento de R$ 10,31 bilhões. Gafisa (GFSA3)
A Gafisa anunciou a venda da sua participação de 21,20% na Alphaville Urbanismo. O valor do negócio foi de R$ 100 milhões. Celulose segue em queda
Os preços de celulose de fibra curta na China seguem em queda, ainda que num ritmo mais lento. Nessa terça-feira, os preços recuaram -US$1,9/t, indo para US$462/t. Em 2019, os preços acumulam queda de -28%. Além disso, a demanda segue mais baixa e os estoques elevados, o que deve pressionar os resultados das empresas do setor, especialmente a Suzano (SUZB3). Ibovespa na máxima histórica. E agora?
Hoje o Ibovespa bateu nos 107 mil pontos, renovando a sua máxima histórica. Desde janeiro de 2016, quando iniciou o ciclo atual de alta, o Índice já acumula alta de mais de 180%:
Nesse mesmo período, algumas ações subiram ainda mais do que Índice:
B3 (B3SA3) = +426%
Banco do Brasil (BBAS3) = +300%
Direcional (DIRR3) = + 400%
Itaúsa (ITSA4) = +230%
Login (LOGN3) = +500%
MRV (MRVE3) = +300%
Petrorio (PRIO3) = +2.000%
Petrobras (PETR4) = +550%
Sinqia (SQIA3) = +740%
Unidas (LCAM3) = +2.000%
Vale ressaltar que, caso o Ibovespa feche o ano no “azul”, 2019 terá sido o quinto seguido de alta – algo que não acontecia desde o quinquênio 2003-2007, quando o Ibov subiu mais de 500%. A Bolsa está cara?
Sempre que um recorde de pontos é batido, algumas pessoas têm aquela sensação de que agora está ”caro” ou que já subiu demais. Porém, não podemos esquecer que, em termos percentuais, o Ibovespa só foi atingir em 2017 o ponto máximo que havia batido em 2008, antes da crise. Ou seja, a Bolsa passou por nove anos em um movimento lateral/baixista.
Além disso, mesmo que a alta de 2016 para cá tenha acontecido em função do mercado antecipar uma melhora da nossa economia, essa melhora ainda é muito tímida. Assim, caso a economia volte a crescer e as empresas sigam no seu movimento de recuperação, é bem possível que esse ciclo altista continue.
Já quando analisamos de forma mais ”micro”, ainda é possível observar diversos setores e empresas que têm um potencial fantástico de recuperação ou de continuar crescendo, como os setores varejistas e construção civil, que se beneficiam diretamente com a recuperação da economia aqui no Brasil. Temos ainda outros setores, como o de frigoríficos, que deve continuar surfando o bom momento, especialmente no exterior.
O investidor que for entrar agora no mercado deve ter cuidado e estratégia, é claro. Porém, é inegável o bom momento da Bolsa e que temos muitas oportunidades. Live – As Melhores Ações da Bolsa
Para falar mais a respeito do momento atual e dessas oportunidades e cuidados, convidamos a todos para participar da nossa live “As melhores ações da Bolsa”. A transmissão vai ocorrer na próxima quinta-feira (24/10), às 20h no nosso Canal do YouTube.
Caso queira deixar a sua pergunta, clique aqui e preencha o formulário.
Te aguardamos lá. Quer receber as melhores recomendações de ações para montar sua carteira de longo prazo?
Conheça o Invista em Ações. O guia que vai te ajudar a construir e diversificar seu patrimônio.  Receba análises e recomendações para a montagem da sua carteira de ações e conheça os ativos que podem trazer altos retornos em longo prazo.  Acompanhe a nossa recomendação de diferentes Carteiras e invista com o suporte e acompanhamento da melhor equipe de analistas do mercado. Acesse agora nossas recomendações de diferentes Carteiras 
Carteira Dividendos
Carteira Crescimento
Carteira Top Recomendadas
 Carteira Small Caps
Conheça o Full Trader e receba análises e recomendações de curto e médio prazos na Bolsa de Valores
Full Trader é o produto mais completo do mercado para suas operações na Bolsa de Valores. Adquirindo, você recebe: Recomendações de compra e venda de ativos acompanhadas pelo nosso time de analistas via app, WhatsApp e Painel do Trader; Acesso ao nosso pregão ao vivo; Contato direto com nossos analistas via WhatsApp; Recomendações e análises em tempo real de operações Day Trade, Swing Trade e Position Trade em Ações, Rastreador de Tendências (Estratégia Exclusiva), Índice Futuro e Dólar, Opções, Long&Short, Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro; Acesso ao produto Invista em Ações. Acesse agora as mais diferentes recomendações
Day Trade
Swing Trade e Position Trade em Ações
Rastreador de Tendências (estratégia exclusiva)
Índice Futuro e Dólar
Opções
Long&Short
Termo e Aluguel de Ações, Boi Gordo e Milho Futuro
___ Analistas Responsáveis
Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795
Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855
___
Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.
Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.
Capitalizo análises e recomendações de investimentos.
Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.