O que são Debêntures?

As debêntures são os títulos de dívida emitidos pelas empresas do setor privado.
Ainda que sejam títulos de renda fixa, as debêntures possuem riscos atrelados ao investimento. Descubra neste artigo quais são eles e, também as vantagens de investir neste ativo.
Índice de conteúdo Debêntures: baixa liquidez versus alto rendimentoTipos de DebênturesTipo de emissãoTipo de pagamento de jurosTipo de rendimentoRiscos ao investir em debênturesGarantias do investimento em DebênturesCustos para investir em debêntures (IR)Resgate de Debêntures Debêntures: baixa liquidez versus alto rendimento
Quando uma empresa emite debêntures, está recorrendo aos investidores como se eles fossem entidades credoras. Sendo assim, aplicar nestes títulos é o mesmo que emprestar dinheiro. Leia também   Tesouro direto muda taxas após site revelar que poupança rende mais
No mercado financeiro as debêntures são em geral uma escolha de diversificação para ganhos a longo prazo. Isso porque sua liquidez é baixa, mas se comparadas a outros ativos de renda fixa, podem ser bastante lucrativas.
Nos próximos tópicos, foram listados os pontos mais importantes a saber antes de optar por este investimento. Tipos de Debêntures
As debêntures são classificadas por tipo de emissão, tipo de pagamento de juros e tipo de rendimento. Desta forma: Tipo de emissão Debênture nominal que é emitida em nome do investidor Debênture escritural que é emitida em nome da corretora de valores Tipo de pagamento de juros Debênture simples – ao final do contrato recebe-se apenas os juros Debênture conversível – seus juros podem ser recebidos em ações Debênture permutável – os juros podem ser trocados por ações de outras empresas Leia também   Como proteger seus Bitcoins de uma queda? Tipo de rendimento Prefixadas: Rendimento atrelado ao CDI ou Selic. Assim em previsão de rendimento final Pós–fixadas: O retorno é estabelecido no ato da emissão Híbridas: Rentabilidade de acordo com taxa prefixada, corrigida pelo IPCA (indicador de inflação) Riscos ao investir em debêntures
O investimento em debêntures implica principalmente dois riscos: o de crédito e o de mercado. No caso do primeiro, ele se deve a que diferente de outros títulos de renda fixa, estes não são assegurados pelo FGC.
O risco de mercado se deve às oscilações dos indicadores e da inflação. Sendo que em ambos os casos, quanto maior o risco maior será a rentabilidade. Garantias do investimento em Debêntures
Apesar de não ter a garantia do FGC, as empresas que emitem debêntures oferecem seus ativos como tal. E algumas outras modalidades, que podem incluir ou não os bens. Leia também   O que é um “Short Squeeze”? Custos para investir em debêntures (IR)
O Imposto de Renda pode ter sua incidência descartada, caso você invista em debêntures incentivadas. O incentivo é por parte do governo e acaba aumentando a margem de lucro desses títulos.
Caso não haja incentivadas quando você for fazer o seu investimento, incidirão sobre ele as alíquotas da tabela a seguir:
Resgate de Debêntures
Quando vendidas ou resgatadas antes do vencimento as debêntures sofrem ágio e deságio. Em outras palavras ganham ou perdem parte da rentabilidade que foi inicialmente contratada. Tags: ágioCDIconversívelCréditoDebênturesdeságioescrituralFGCHíbridasImposto de RendaincentivadasinflaçãoIPCAliquidezlongo prazomargem de lucromercadonominaloscilaçõespermutávelPós-fixadasPrefixadasRenda fixaRiscosSelicsimples