Pare de trabalhar para o banco e saia já da poupança!

Você está deixando de ganhar dinheiro e nem percebeu, entenda por que deve sair da poupança imediatamente.
Inúmeras vezes, já se foi noticiado sobre a baixa rentabilidade da poupança. Assim a aplicação é a preferida dos brasileiros.
De acordo com pesquisas, cerca de 85% dos poupadores, optam por guardar suas economias na poupança.
É fato que o hábito de poupar não está entre os costumes mais comuns no Brasil. Então é evidente a falta de conhecimento aprofundando quando se trata de educação financeira.
Entretanto, é importante que haja mudança neste cenário. Assim é preciso que as pessoas se desenvolvam economicamente, para que por consequência, o pais também melhore.
Índice de conteúdo Por que não aplicar na poupança?Como funciona a poupança?Onde devo aplicar?Tipos de Tesouro Por que não aplicar na poupança?
A poupança hoje é uma das aplicações que menos rendem, mesmo assim é a mais utilizada pelos brasileiros, são ao todo cerca de 62,6 milhões de contas. Porquê?
Sem burocracias e com poucos requisitos, é muito simples abrir uma conta poupança, a aplicação está facilmente acessível a praticamente todas as pessoas. O que explica a alta popularidade. Leia também   Tem R$10mil e quer investir no Tesouro Direto? Saiba os riscos e as vantagens
Além disso, um dos atributos da poupança é sua liquidez imediata, que na grande maioria dos casos é o que atrai os poupadores.
A aplicação garante que o investidor possa retirar o seu investimento quando quiser. Então não há riscos de perder dinheiro algum. Porém com poucas chances de receber algo a mais do que o aplicado. Como funciona a poupança?
Quando você aplica suas economias na poupança, é como se estivesse emprestando seu dinheiro ao banco. E com a condição de que ele te devolva com alguma margem positiva.
O banco por sua vez, utiliza seu dinheiro para emprestar para outras pessoas. Então faz com uma margem muito maior de juros do que evidentemente ele deve te pagar. Assim depois de multiplicar o seu dinheiro, ele te devolve o mesmo que você o emprestou, mas com um ganho quase que imperceptível.
A questão é simples por que deixar seu dinheiro aplicado em um fundo que tem uma rentabilidade baixa rentabilidade, sendo que existem um oceano de outras oportunidades para de investir. Você está deixando de ganhar dinheiro e nem percebeu. Leia também   As melhores ações dos setores de energia e saneamento Onde devo aplicar?
Caro leitor, não podemos lhe dizer exatamente onde aplicar, uma vez que, só você sabe, quais são seus objetivos, e quão difícil possa ter sido juntar suas economias.
Mas podemos lhe apresentar novas possibilidades, para que tenha liberdade de escolher o melhor investimento e sair de uma vez por todas das garras dos bancos.
Pois bem, o Tesouro Direto é uma excelente oportunidade para quem não tem tanta experiência, mas quer sentir a adrenalina de investir em fundos menos estáveis, porém mais rentáveis quando comparado com a poupança. Tipos de Tesouro
O tesouro nacional se apresenta em três modalidades diferentes, são elas: tesouro Selic, tesouro prefixado e IPCA. Conheça cada um deles suas aplicações a seguir: Tesouro Selic – Este é indicado para aqueles, que assim como na poupança, querem aplicar. Porém sabem que podem precisar do dinheiro daqui a um mês. Por exemplo; já que, pode-se tirar a qualquer momento, com chances muito remotas de perder dinheiro Tesouro Prefixado – Bom para quem não vai precisar resgatar o dinheiro tão cedo e quer saber exatamente quanto vai render a aplicação que fez Tesouro IPCA – Como o próprio nome diz, está atrelado à inflação. Nessa modalidade o seu investimento sempre irá ficar acima da inflação, desde que mantenha o valor investido até o vencimento. Leia também   Dívida pública nacional dispara e ultrapassa R$ 3,87 trilhões
Além de mais rentável, ao investir no tesouro nacional, você deixa de emprestar aos bancos. E assim passa a emprestar para o governo, que acredite é um ótimo pagador.
Ainda há quem diga que mantém suas economias na poupança. Pois acredita ser mais segura, afinal todos sabemos da péssima situação econômica do governo.
Entretanto, o que poucos sabem é que os mesmos bancos que prometem cuidar do seu dinheiro, mantem boa parte de seu patrimônio aplicados no Tesouro Direto. Se o banco, a qual você confia o seu dinheiro, confia no tesouro nacional ao ponto de aplicar o próprio dinheiro lá, por que você não iria confiar? Tags: economiasinvestidorpoupançaTesouro diretotesouro nacional