Porque a alta dos juros pode prejudicar os investimentos?

No Brasil existe um lado bom da alta dos juros, que é a rentabilidade dos títulos pós fixados atrelados à Selic.
Como nem tudo são flores, existe também um lado ruim da alta dos jurosque é igualmente ligado aos títulos de renda fixa. Mas neste caso são os investimentos em prefixados.
Continue lendo este artigo para saber como isso pode afetar sua carteira de investimentos e o cenário econômico. Impacto alta de juros nos títulos de renda fixa
Para quem possui um portfólio diversificado com títulos de renda fixa prefixados, uma alta dos juros exige atenção. Os ativos deste tipo, devem ser colocados em quarentena e alguns deles são: CDB (Certificado de Depósito Bancário) LCI (Letras de Crédito Imobiliário) Tesouro Direto Leia também   O que é o índice IMA-B e qual sua rentabilidade?
A rentabilidade destes títulos se vê afetada pelo simples motivo de que os seus juros não podem ser alterados. Portanto se você pretende resgatar algum deles antes do vencimento acabará perdendo algo de valor.
Enquanto isso os mesmos ativos na modalidade pós fixados, aumentam e muito seu rendimento na alta dos juros. Sendo que até a liquidação antecipada, pode ser muito lucrativa para o investidor.
Mesmo em um cenário de juros tranquilo, saber a perspectiva futura tanto para Selic como para CDI, podem fazer a diferença. Isso porque fica mais fácil decidir entre e pós ou prefixados, de acordo com as flutuações do mercado.
Lembrando que as esperanças do mercado nem sempre se traduzem em realizações de lucros. Assim que é preciso certo nível analítico, para se proteger das armadilhas. Leia também   O que podemos aprender com a falência da Eron, a gigante de $70 bilhões? Esfriamento da economia: empréstimos e renda variável
Quando acontece a alta dos juros, é sinal de que a inflação precisa ser controlada e também que o custo do dinheiro vai aumentar. No caso dos empréstimos, os mais afetados são os tomadores de crédito.
Pois os que emprestam dinheiro poderão cobrar mais e se a necessidade de capital for vital, o tomador não terá outra saída. Portanto em tempos de alta dos juros é bom manter as contas em dia e nunca contrair uma dívida.
Já o mercado de renda variável sofre apenas com as preliminares, isso é com a expectativa da alta dos juros. Sendo que ela não afeta diretamente a rentabilidade dos investidores.
As oscilações da cotação de um ativo diminuem seu preço, antes das decisões referentes ao aumento ou diminuição da Selic. Isso somente porque alguns setores, como o bancário, podem ser atingidos diretamente por elas. Leia também   Como investir em Renda Fixa em 2019
Mas após a divulgação, os mercados voltam a seu funcionamento normal. E os investidores traçam novos planos reforçando ou liquidando posições. Tags: alta dos jurosCDB (certificado de depósito bancário)CDIEmpréstimosinflaçãoInvestimentosLCI (Letras de Crédito Imobiliário)portfólio diversificadopós fixadosprefixadosRenda variávelSelicTesouro diretotítulos de renda fixatomadores de crédito