Qual o momento certo de vender uma ação?

“Buy or Sell” O momento em que muitos investidores ganham ou perdem muito dinheiro.
Você sabe qual o momento certo de vender uma ação? Talvez essa seja umas das maiores dúvidas que rondam a cabeça de um investidor, desde os menos experientes até os grandes investidores. Confira nossas dicas! Como identificar o melhor momento para se vender uma ação?
Esta é certamente uma pergunta que todo investidor gostaria de ter a resposta na ponta da língua. Mesmo com mecanismos inovadores e especialistas para apontar as variações do mercado, todos ainda estão sob o risco de errar. O que muitas vezes significa perder dinheiro.
Logo, mesmo um grande investidor como Warren Bufett, não pode cravar ao certo qual o melhor momento para vender uma ação. Entre tanto, ele chegou a dizer que “seu prazo de investimento favorito era para sempre”. Assim algumas ações ele opta por jamais vender, um verdadeiro investimento de longo prazo. Leia também   Zero10 Club encerra atividades em meio a suspeitas
E ele tem suas razões, afinal o imposto de renda é cobrado toda vez que você realiza uma operação de venda. Logo, é inteligente da parte dele manter suas ações expostas aos juros composto sem serem auferidas. Ainda assim, essa não é uma recomendação muito prudente. Fatores chaves, para não errar
Apesar de não se ter como presumir de forma concreta o melhor momento para se vender uma ação, existem alguns fatores chaves para não errar.
Como por exemplo, quando uma ação chega no seu valor essencial. Pois, quando isso ocorre sua margem de segurança consequentemente diminui, logo as chances de ela continuar subindo também são mais baixas. Então o risco aumenta e é recomendado que seja feita venda. Leia também   5 tipos de investimentos que rendem mais que seu banco
Outro fator relevante, é quando nos deparamos com uma grande oportunidade. Ações sobem e descem a todo momento, mas as vezes identificamos uma ação que pode ter uma performance muito acima. Nestes casos é muito inteligente da sua parte vender suas ações para investir nesta que está em ascensão.
É importante também sempre estar por dentro dos fundamentos da empresa em que você está investindo. Pois podem haver mudanças por diversos fatores tantos externos como internos. Logo não faz sentido manter seus investimentos em uma empresa cujo os fundamentos são ruins.
Concluindo, todas essas informações serão bem expostas nos relatórios tanto os de análise técnicas como nos fundamentalistas. Sempre leve em consideração os três fatores citados acima que as chances de errar serão bem menor.Leia também   Quem foi Philip Fisher: o pai do “Growth Investing” Tags: AçõesImposto de RendaInvestimentosjuros compostosvender uma açãoWarren Bufett