Confira as Taxas dos Títulos do Tesouro Direto atualizadas

Taxas dos Títulos do Tesouro Direto
Confira como estão as taxas dos Títulos do Tesouro Direto em 04/10 e o panorama do mercado de Títulos Públicos:
Base de investidores
Em 2019,o número total de investidores cadastrados atingiu 4.803.310, o que representa aumento de 90,1% nos últimos doze meses. O número de investidores ativos chegou a 1.130.058, uma variação de 70,0% nos últimos doze meses. Operações de investimento
Em agosto, as vendas do Tesouro Direto atingiram R$ 1.975,1 milhões. Já os resgates totalizaram R$ 2.101,5 milhões, sendo R$ 1.952,2 milhões relativos às recompras e R$ 149,3 milhões, aos vencimentos. Com isso, houve resgate líquido de R$ 126,4 milhões.
O título mais demandado pelos investidores foi o indexado à Selic (Tesouro Selic), cuja participação nas vendas atingiu 50,0%. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) corresponderam a 31,4% do total e os prefixados, 18,7% Rentabilidade
Confira a rentabilidade acumulada dos Títulos de Tesouro até 30/09/19:
O Tesouro Direto é uma boa alternativa de investimento?
O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, de forma 100% online.
Lançado em 2002, o Programa surgiu com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo aplicações a partir R$ 30,00.
O Tesouro Direto é uma excelente alternativa de investimento pois oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic), diferentes prazos de vencimento e também diferentes fluxos de remuneração. Com tantas opções, fica fácil achar o título indicado para realizar seus objetivos!
Além de acessível e de apresentar muitas opções de investimento, o Tesouro Direto oferece boa rentabilidade e liquidez diária, mesmo sendo a aplicação de menor risco do mercado. Qual o Título escolher?
Aparentemente simples, escolher o tipo de Título do Tesouro é a tarefa mais importante que cabe ao investidor. Como os Títulos Públicos possuem marcação a mercado, eles podem ter volatilidade. Dessa forma, caso o investidor queira sair antes do vencimento do Título, o mesmo pode ter um ágio (valorização) ou um deságio (desvalorização). Isso acontece principalmente nos Títulos atrelados à inflação (IPCA+) e nos prefixados.
Além disso, é importante que o investidor entenda qual o objetivo dele com o investimento. Alguns investidores querem se proteger da inflação, outros garantir taxas, outros, por sua vez, querem ganhar com a valorização dos Títulos. Como podemos te ajudar na escolha dos Títulos do Tesouro?
No nosso produto Top Renda Fixa, você conta com uma Carteira Recomendada de Títulos Públicos. Além disso, é possível montarmos, de forma personalizada, a sua Carteira no Tesouro Direto. Dessa forma, levando em conta o seu capital e os seus objetivos, você terá disponível as melhores recomendações de Títulos Públicos para a diversificação dos seus investimentos. Quer receber as melhores análises e recomendações para seus investimentos de Renda Fixa?
Conheça o Top Renda Fixa. Ideal para quem quer sair da poupança sem abrir mão da segurança ou melhorar a rentabilidade dos rendimentos atuais. Receba as melhores análises e recomendações de Títulos de Renda Fixa e Tesouro Direto.
___ Analistas Responsáveis
Danillo Sinigaglia Xavier Fratta, CNPI-T EM-1795
Daniel Karpouzas Barcellos, CNPI EM-1855
___
Fonte: Valor, InfoMoney, Quantum, Estadão, Broadcast, Folha, Exame, B3, MoneyTimes.
Importante: leia nosso Disclosure antes de investir.
Capitalizo análises e recomendações de investimentos.
Quer ficar por dentro das novidades do mercado financeiro? Conheça o nosso Canal no Youtube e inscreva-se.