Tesouro Direto: qual título comprar agora?

Está por dentro das oscilações do mercado financeiro e por isso tem dúvidas qual o melhor título do Tesouro Direto para comprar? Faça o seu investimento render mais, confira as dicas a seguir nesse artigo.
O quadro de economia no Brasil hoje tornam os investimentos de títulos públicos, instáveis. Ainda mais com as expectativas da reforma da previdência o qual interliga diretamente ao consumo e acumulação de bens.
Mas com a interrupção parlamentar ocorrida agora no meio do ano, a flutuação no tesouro direto inclina-se a diminuir. E com isso, melhorar os rendimentos da aplicação.
SERÁ QUE TESOURO DIRETO TEM IMPOSTO DE RENDA? CLIQUE E DESCUBRA!
Além disso, o maior influente do mundo no mercado financeiro mantém os derivativos monetários futuros baixos. Isto é, os juros são mínimos há anos, colaborando com as taxas de títulos públicos manterem-se baixas. Leia também   Poupança “rende” apenas 0,33% ao mês. Onde investir melhor?
Devido a isso, saber qual o tipo de título comprar nesse mercado oscilante é de grande importância. Pois ajuda a aumentar e melhorar sua lucratividade com segurança e óbvio ser conveniente com os seus objetivos. Mas afinal, qual título comprar?
Neste momento, a recomendação da instituição financeira é investir em tesouro direto associado a um indexador. Visto que minimiza o risco da aplicação, por ficar preservado da inflação e variação da taxa de juros ao ano.
Assim sendo, a sugestão é destinar quase o montante total dos recursos financeiros em título IPCA+. Bem como, o vencimento deste tesouro indexado deve ser o mais próximo possível.
Inclusive, o IPCA+ com limite de vencimento mais curto é de cinco anos. Desta maneira, o índice de rendimento ao ano fica menor para compras desse título. Leia também   Mutual: empreste dinheiro legalmente e lucre até 23% ao ano
Em seguida, uma pequena parte do investimento pode ser aplicada em Tesouro Selic, também associado a um indexador. Porém este é conforme a variação da taxa Selic.
A propósito, para comprar este tipo de título, o limite de validade é de seis anos. Diante disso, o conselho é manter a aplicação até o final do seu vencimento para ter um rendimento melhor.
Gostou do artigo? Então assine a nossa NEWSLETTER clicando AQUI e fique por dentro de as nossas atualizações! Não esqueça de curtir nossa página no Facebook clicando AQUI! Tags: InvestimentoIPCATesouro direto