IRDM11: As informações fundamentais para você tomar a sua decisão

irdm11
Foto: (reprodução/internet)

O IRDM11 um fundo imobiliário do tipo papel, com investimentos fixados principalmente, em ativos de títulos e valores imobiliários. É administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, com sede no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

Fundos de papel com as características do FII IRDM11, escolhem predominantemente, títulos de dívida imobiliária e outros valores imobiliários. Entre os títulos que são permitidos, os mais recorrentes são os certificados de recebíveis imobiliários (CRIs).

O FII Iridium Recebíveis Imobiliários, é um fundo de investimento imobiliário com renda gestão ativa de segmento títulos e valores mobiliários. Ele é composto por condomínio fechado, com prazo de duração indeterminado, protegido por regulamento e disposições legais cabíveis.

Entre os outros ativos imobiliários que ainda podem compor o fundo IRDM11, estão: Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs), Letras Imobiliárias Garantidas (LIGs), Certificados de Potencial Adicional de Construção (CEPACs).

PUBLICIDADE

O fundo IRDM11 precisa manter, no mínimo, 67% e, no máximo, 100% do seu patrimônio adquirido em CRI, e até 33% dos eu patrimônio liquido alocado nos demais ativos imobiliários da lista.

No mínimo, 50% dos CRIs que compõe a parte do patrimônio líquido do fundo deverão possuir classificação de risco concedida à emissão, em escala nacional, no mínimo equivalente a A+.

As cotas do FII Iridium Recebíveis Imobiliários são negociadas com o código IRDM11 na B3, mercado da bolsa.

Sua rentabilidade nos últimos 12 meses foi de 57%, superando a rentabilidade do índice da bolsa de valores (Ibovespa).

Sua taxa de administração é de 0,17% ao ano sobre o patrimônio líquido ou o valor de mercado do fundo se ele fizer parte do índice de mercado IFIX, com o mínimo de R$20.000,00 mensais corrigido pelo IGPM, com gestão de 0,83% ao ano sobre o patrimônio líquido.

O IRDM11 possui um patrimônio líquido de R$2.692.490.000,00, distribuídas em 28.000.000 cotas. O fundo possui 204.482 cotistas.

PUBLICIDADE

Como o IRDM11 paga dividendos?

A política de distribuição de rendimentos para o FII IRDM11, é que ele deve distribuir aos seus cotistas, no mínimo, 95% dos resultados recebidos, apurados segundo o regime de caixa.

Esse resultado recebido em um determinado período, será distribuído com periodicidade mensal, até o 12º dia útil do mês subsequente ao do recebimento dos recursos pelo FII, como uma forma de antecipar os rendimentos do semestre a ser distribuído.

Além disso, o fundo mantém um sistema de anotação contábil, sempre atualizado, de forma a comprovar aos cotistas, as parcelas distribuídas a titulo de pagamento dos rendimentos.

É importante ressaltar que as aplicações movimentadas no FII IRDM11 não possuem a garantia do Administrador ou do Fundo Garantidor de Crédito. De modo que o administrador não pode ser reputado pelas eventuais depreciações que venham a ocorrer com os ativos que compõe a carteira do fundo.

Antes de realizar qualquer aplicação na bolsa de valores, é importante realizar a leitura minuciosa do prospecto e do regulamento do FII para só então, aplicar os seus recursos.

Quando o FII IRDM11 paga dividendos?

O Fundo de Investimento Imobiliário Iridium Recebíveis Imobiliários, distribui mensalmente os dividendos aos seus acionistas, sendo o 12º dia útil do mês, a data base para divisão dos lucros.

O último pagamento realizado pelo Fundo de Investimentos IRDM11, foi dia 18 de janeiro de 2022, com um valor de R$1,42 por cota, valor este que corresponde a um rendimento de 1,32% ao mês.

O FII IRDM11 possui um dividend yeld de 10,62%, ou seja, o percentual distribuído em forma de dividendos nos últimos doze meses. Foram pagos R$ 13,95 por cota neste período.

A data para divulgação dos valores dos dividendos a serem pagos aos acionistas, é no sétimo dia útil do mês.

Vale a pena investir no FII IRDM11?

Desde que foi lançado, o FII IRDM11 tem entregado bons resultados com constância. É um fundo muito variado em tipos de ativos (CRIs e FIIs), em indexadores (CDI+, inflação e FIIs) e títulos.

Sendo assim, é um título que vale a pena ser selecionado para a carteira de investimento, de acordo com o perfil de cada investidor. Lembrando que pagar por um fundo de papel um valor esteja muito acima do seu valor patrimonial é arriscado. Sendo assim, o valor tem que ser verificado antes de realizar a compra.

Conheça seu perfil de investidor para saber qual o risco você pode correr.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner