BBDC4: Tudo o que você precisa saber

bbdc4
Foto: (reprodução/internet)

História do Bradesco

PUBLICIDADE

O Bradesco é o segundo maior banco privado do Brasil, uma instituição financeira consolidada, que apresenta situação perene na Bolsa de Valores. Continue lendo para saber mais sobre bbdc4.

Fundado em 1945, na cidade de Marília, interior de São Paulo, era inicialmente presidido pelo Dr. José da Cunha Júnior. Logo após sua fundação, o banco adotou uma postura que deixaria sua trajetória marcada.

O Bradesco, diferentemente da maior parte das instituições financeiras, que se voltaram para os grandes proprietários de terra, se aproximou das camadas mais simples da população. Seu foco passou a ser os pequenos comerciantes e funcionários públicos e ele passou a estimular os correntistas a utilizarem cheques, orientando-os nas próprias agências como fazer o preenchimento das folhas.

PUBLICIDADE

Em menos de uma década após a sua abertura, o Bradesco ganhou o posto de maior banco particular do Brasil, o que se deu, principalmente, por conta da sua expansão para outros estados além de São Paulo e do seu investimento em inovações.

No ano seguinte, em 1953, o Bradesco inaugurou a Cidade de Deus. O complexo, em desenvolvimento constante, passou a abrigar residências, hospitais, escolas e espaços de lazer para mais de 9 mil funcionários e seus dependentes.

Na década de 1960, o banco apresentou crescimento consistente, com base em políticas conservadoras que se mesclavam com o reinvestimento de lucros e aquisição de instituições menores. É possível perceber que a cultura de inovação sempre esteve presente nas ações da empresa. Isso pode ser visto nas atitudes adotadas ao longo da história:

– Primeira instituição financeira a automatizar processos: no ano de 1963, o banco se tornou a primeira empresa da América Latina a utilizar computadores.

– Pagamento no débito automático: ainda nos anos 70, o Bradesco instituiu o débito automático para seus correntistas corporativos realizarem pagamento de contas como água, luz e telefone.

– Leitor de código de cheques: em 1979, foi introduzido os leitores de cheque (CMC-7), de modo que ele foi a primeira instituição financeira a incorporar essa ferramenta.

PUBLICIDADE

– Terminal para telecompras: foi instalado no Bradesco em 1983, por meio dele, era possível debitar o valor da conta do cliente do próprio local onde era instalado.

– Rede de agências interligadas online: em 1995, através da tecnologia da fibra óptica e do laser, o Bradesco realizou a interligação das suas agências de forma online em tempo real.

Ao longo dos anos 2000, o Bradesco continuou seu crescimento e desenvolvimento, principalmente pela aquisição de outras instituições e investimento em tecnologias. Hoje ele conta com seu próprio banco digital, o Next e entrou para o mercado de carteiras digitais, por meio do aplicativo Blitz.

 Histórico financeiro do Bradesco

O Bradesco é o segundo maior banco particular do Brasil, ficando atrás apenas do banco Itaú-Unibanco. Ele é liderado pela Companhia Cidade de Deus e Fundação Bradesco, com mais de 71 milhões de clientes e, aproximadamente, 4,6 mil agências espalhadas pelo Brasil, com cerca de 99 mil funcionários.

A instituição se consolidou por meio da incorporação de várias instituições financeiras ao longo da sua história. Apenas nos anos de 2000 e 2007, foram quase 20 incorporações. Em 2016, ocorreu a maior incorporação, a aquisição das operações do HSBC Bank, por R$16 bilhões.

Com esta operação, os ativos do banco Bradesco somaram R$1,277 trilhão. E após três anos, ocorreu outra aquisição que foi anunciada, o Bradesco comprou o banco norte-americano BAC Florida, por aproximadamente R$2 bilhões.

A sigla BBDC4, se refere às ações preferenciais do Bradesco, enquanto que a sigla BBDC3, se referem às ordinárias, ambas incluídas na carteira do Ibovespa. Juntas, estas ações representam 10% do total do índice da carteira, sendo que as ações preferenciais – BBDC4, possuem maior liquidez e participação cinco vezes maior no Ibovespa do que a BBDC3. Os papéis do banco são listados no Nível 1 da B3, o que indica as boas práticas de governança corporativa da instituição.

Balanço de 2021 – Bradesco

No último trimestre de 2021, foram divulgados os  resultados do balanço do Bradesco. Em fevereiro deste ano, o banco divulgou um lucro líquido recorrente de R$6,6 bilhões no trimestre, representando uma queda de 2,3% em comparação com o terceiro trimestre de 2021 e uma queda de 2,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

As quedas aconteceram mesmo com um lucro recorde de R$26,2 bilhões no ano de 2021, representando uma alta de 34,7% em relação ao ano anterior.

O ROE, retorno sobre o patrimônio, atingiu 17,5%, o que representou uma queda percentual de 2,5 pontos em relação ao quarto trimestre de 2020 e de 1,1 pontos em relação ao terceiro trimestre de 2021. Pela divulgação do guidance, o Bradesco prevê o crescimento de 10% a 14% em relação ao crédito e de 8% a 12% na margem com os clientes.

E você, já sabia destes dados? Deixe seu comentário.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner