O que é uma empresa "offshore"?

Se o termo em inglês não te parece familiar, que tal paraíso fiscal? E fique tranquilo pois não há ilegalidade nenhuma em operar uma empresa offshore.
Uma empresa offshore tem sua localização geográfica em um país, mas as taxas de impostos é a de outro país. Porém é mais provável que você tenha ouvido falar de dinheiro desviado para um paraíso fiscal.
O propósito nem sempre é criminoso e pode ser compensatório ter uma extensão da sua empresa, com menos tributação. Porém para repatriar o capital rentabilizado, é preciso pagar as taxas de câmbio algumas vezes.
O termo era usado para referir-se, a forma como os piratas escondiam o que pilhavam de outras embarcações. Ou seja, off=fora e shore=costa, fora da costa onde era menos possível, que fossem localizados com o seu botim. Leia também   Sinais de uma crise financeira global surgem na Alemanha
E disso também se trata uma empresa offshore, pois a legislação destes territórios permite manter o anonimato. No caso apenas o nome do empreendimento precisa estar identificado, não os sócios e nem os ativos.
Verdade seja dita é desta forma que corruptos, costumam esconder a origem do dinheiro de seus esquemas. Pois a legislação do país não permite a identificação pessoal, mesmo com uma liminar da justiça.
Mas antes de abrir um negócio em outro país, é indicado não somente o conhecimento da terminologia. Mas também dos mecanismos de impostos no paraíso fiscal, que foi escolhido como destino. Moeda estrangeira
Em empresas deste tipo a preferência é sempre negociar com moedas fortes como o Dólar. Não é impossível o uso de moedas como o Real, mas ao fazer isso você terá que lidar com a oscilação do câmbio. Leia também   Bradesco deve reduzir custos com PDV e adotar digitalização
De certa forma isso diminui a efetividade de ter uma empresa offshore, pois o objetivo é diminuir o impacto da tributação. E o uso de uma moeda com chances de desvalorização anula por completo a economia feita.
Por outro lado, com uma moeda forte como o Euro é possível vislumbrar o crescimento sem o impacto de sua flutuação. Tags: câmbioDólarempresa offshoreeuroimpostosParaíso Fiscalrealtributação