Mosi3: Entenda o modelo de negócio da Mosaico

Mosi3
Foto: (reprodução/internet)

Quando se opta por fazer um investimento em qualquer empresa, como a Mosaico Tecnologia (Mosi3), não se está apenas a depositar dinheiro nela, mas também está sendo depositado confiança no crescimento e no trabalho dela, uma vez que você está se tornando com isso um sócio daquela companhia. Dito isso é primordial compreender de onde vem a empresa e o que ela faz.

PUBLICIDADE

História da Mosaico

Fundamentada antes da virada do século em 1999 com a criação do site chamado então de Bondfaro, cuja ideia tratava de uma ferramenta de busca por produtos de forma que potenciais interessados pudessem comparar preços e características de produtos que desejassem comprar rapidamente e de forma prática, do conforto de suas casas.

Dessa forma tudo o que o cliente precisava estava bem diante dele e isso foi um pontapé inicial para o comércio eletrônico competitivo tal qual vemos hoje, onde os concorrentes competem digitalmente ajustando seus preços para conseguir as vendas.

No ano de 2005 o site Buscapé, seu principal concorrente, foi beneficiado pela captação de um aporte significativo de um fundo chamado Great Hill Partners e passou a adquirir operações do Bondfaro por toda a América Latina, conquistando assim a posição de maior site do gênero do continente. Em 2009 o Buscapé foi adquirido pela Naspers.

PUBLICIDADE

Em 2010 os fundadores do Bondfaro criaram então o Grupo Mosaico. Este teria como razão fundamental criar conteúdo para que consumidores pudessem tomar decisões melhores e de maneira mais prática na hora de escolher um produto.

Em 2019 a Naspers mudou sua estratégia e passou a focar em ramos que não envolviam sites de busca de produtos, deixando Bondfaro e Buscapé sem um objetivo nos negócios da empresa. Sendo assim ela os vendeu para o Grupo Mosaico, que hoje sinaliza se tratar da maior plataforma digital de criação de conteúdo e geração de vendas.

Se tornando assim, uma espécie de grande repositório que não serve apenas para consultas entre múltiplas lojas, mas que agrega valor através da ampla disseminação de informações sobre produtos. No ano de 2019 também, a empresa vendeu 5% dos seus direitos de capital social ao BTG Pactual.

Qual a atividade da empresa?

Apesar de já ter sido previamente mencionado qual o segmento de atuação da Mosaico agora entraremos em mais detalhes sobre como exatamente a empresa obtém seus lucros.

O grupo é proprietário das marcas Zoom, Buscapé e Bondfaro que através delas interagem com múltiplas empresas de vareja de diversas esferas, tanto os gigantes como Carrefour e Magazine Luiza quanto pequenos varejos.

São providenciados informações sobre seus produtos e comparações entre os preços ofertados, além de oferecer o serviço de alarme de preços. Esse serviço consiste basicamente em uma ferramenta cujo propósito é sinalizar para o consumidor por meio de uma notificação quando o preço de um produto que ele está querendo monitorar cai abaixo do limiar estabelecido por ele.

PUBLICIDADE

Dessa forma ele não precisa ficar de olho o tempo todo para se o produto que ele deseja está com o preço que pretende pagar.

Através desse uso inteligente e da adesão cada vez maior de pessoas que desejam ter acesso às informações sobre os melhores produtos pelos menores preços que a Mosaico cresce sob um fenômeno conhecido como efeito de rede, a qual se refere à quando há um crescimento de participação de pessoas num meio, há a tendência de mais pessoas aderirem para não ficar de fora desse círculo em função de suas vantagens de interatividade.

Maior o número de utilizadores, maior o número de varejistas interessados na exposição de suas marcas e cada vez mais a Mosaico passa a ser parte essencial da estratégia desse segmento.

Como ela capta receita?

Para lucrar a Mosaico utiliza primeiramente de uma política chamada de Receita por Clique, onde ela mesma se responsabiliza pela exibição direta em sua plataforma de produtos de parceiros, totalizando 95,5% de sua receita, sendo seu core business.

O segundo modo é através de comissão sobre as vendas realizadas através da plataforma o que totalizam cerca de 3,5% da receita.

E por fim, mas não menos importante, com 1% da participação nos lucros, temos a publicidade, com a exibição de anúncios em banners e outras formas de exibições em seus sites, assim como nos aplicativos disponíveis.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner