Civic 2021: As informações comerciais e técnicas úteis para você

Civic 2021
Foto: (reprodução/internet)

Com a iminência da chegada do Honda Civic 2022 pode ser a melhor hora pra comprar um Honda Civic 2021. Pois afinal, quem gosta do atual Civic pode vir a não apreciar tanto o próximo, baseado em opiniões frente à exibição do protótipo da próxima geração. As linhas do design adquiriram um aspecto mais conservador e há ainda quem defenda que os novos traços são por demais similares aos do rival Volkwagen Jetta.

PUBLICIDADE

Possivelmente haverá frustração para aqueles que apreciam o painel da décima geração do Honda Civic 2021, pois o modelo da próxima geração promete trazer um painel minimalista, uma decisão que aparentemente não agradou a todos, especialmente àqueles que têm preferência pelo estilo antigo.

Civic 2021, versão Touring

Essa versão chegou ao final do ano de 2021 trazendo algumas mudanças pontuais. Em seu design exterior não existe nada de diferente a ser notado, afinal ele já havia sido discretamente modificado na linha 2020 com novas rodas, apliques cromados em seus para-choques e mais. A ousadia fora mantida com seu teto estilo “queda lenta”, seguindo a mesma inclinação percebida na tampa do porta-malas, o que lhe rende certo ar de cupê.

PUBLICIDADE

Não há muitas novidades em sua cabine de modo geral. A principal delas consiste numa mudança no sistema multimídia em que fora adicionado um controle giratório para ajustar o volume do som, que é bem mais prático de se utilizar do que a versão antiga que contava apenas com botões. Além disso, também houve mudanças na interface do sistema multimídia, que ficou mais atraente e intuitiva de se utilizar. Para aqueles que não gostam de utilizar o Android Auto essa versão topo de linha conta com um navegador GPS que traz informações do trânsito em tempo real.

Dentre as marcas “generalistas” comercializadas hoje em dia no Brasil, o Honda Civic 2021 é aquele que possui a melhor cabine. Com seu acabamento excepcional, possui excelente posição de guiar, encorpando comandos, pedais e volante com posicionamentos bastante agradáveis. Amplos ajustes foram realizados tanto na parte da coluna de direção quanto em seus confortáveis bancos de couro cujo design é deveras original. Vale lembrar que o banco do motorista é elétrico.

Em seu conjunto de equipamentos o Civic Touring conta com teto-solar, ar-condicionado com controle rápido por botões ou usando a tela multimídia que é automático de duas zonas, eletrocrômico, faróis de LED e retrovisor interno. Seu porta-malas tem espaço para 519 litros, e ainda que ele use alças do tipo pescoço de ganso, elas possuem um revestimento de plástico e seu formato é favorável a ocupar um mínimo espaço do compartimento.

Melhora com 1.5 turbo

Por hora exclusiva da versão Touring, a mecânica conta com motor 1.5 turbo em conjunto com um câmbio CVT que pode simular sete marchas em modo sequencial. Notável por ser muito silencioso, mal é possível ouvir qualquer barulho vindo do motor, ainda que ele seja levado até 6 mil rpm durante ultrapassagens e retomadas mais fortes. Em geral isso não se faz necessário, uma vez que o motor possui ótimo torque em rotações baixas. A simulação das sete marchas acontece apenas ao escolher utilizar as trocas manuais. Podem ser realizadas através das aletas localizadas no volante, mesmo se a alavanca estiver em D.

Passando-a para S, as rotações ficarão mais elevadas, e ao utilizar as aletas, ativará o modo manual. Ele pode vir a calhar para reduzir em serras, parar em um pedágio ou numa pilotagem mais agressiva. Seu baixo consumo é bastante impressionante, podendo chegar a mais de 11 km/l na cidade e ultrapassar os 15 km/l na estrada a 120 km/h quando se ativa o modo Eco, que faz com que as respostas sejam mais fracas. Sendo assim ele faz melhor que muito veículos pequenos.

PUBLICIDADE

Dirigibilidade aprimorada

O equilíbrio trazido pela boa mecânica e plataforma sofisticada gera uma experiência prazerosa ao volante, tornando o Civic 2021 um dos melhores sedãs médios no quesito disponíveis no nosso mercado. Suas suspensões independentes nas quatro rodas possibilitam um controle excepcional aliado a um conforto difícil de superar em decorrência dos coxins hidráulicos. Quaisquer movimentos da carroceria sempre ocorrem de maneira suave.

Para finalizar, a direção elétrica é consideravelmente precisa, suas respostas sendo rápidas qualificam ainda mais a condução. Seus freios ainda contam com um acionamento bastante progressivo.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner