Carteira quinzenal recomendada Benndorf

O resultado negativo da primeira quinzena da carteira recomendada da Benndorf gera mudanças. Trocas de bancos são os maiores destaques do período.
No primeiro mês do ano, a Benndorf supera todas as expectativas e arrebenta com resultados excelentes. Porém, diferente do mês de janeiro, a primeira quinzena de fevereiro foi péssima para a corretora.
Isso porque a carteira quinzenal recomendada acumulou o percentual de 0,43% em perdas. Perdendo até mesmo para a Ibovespa, que atingiu 0,14% positivos.
Tal desempenho fez com que a Benndorf se movimenta-se para a segunda quinzena e realizasse alterações em sua carteira. Assim, foram retiradas as ações da ABC Brasil (ABCB4), Itaúsa (ITSA4) e da Via Varejo (VVAR3).
Porém, a corretora pode ter dado mais um tiro errado. Isto porque a Itaúsa (ITSA4) fez um anúncio importante logo no início da semana. A empresa pagará JCP e dividendos adicionais sobre 2018 a todos os acionistas. Leia também   Grendene (GRND3) análise fundamentalista completa
São então incluídas os ativos da Banrisul (BRSR6), Bradesco (BBDC4) e Unipar (UNIP3). O fato da estatal estar sob o comendo de um administrador mais jovem atrai bons olhares.
Em anúncio de sua posse da presidência da Banrisul (BRSR6), Leite é categórico e pretende vender o máximo de ações. O Governador faz pedido particular ao novo presidente para que se aproxime do agronegócio. Tags: ABCB4AçõesBBDC4BenndorfBRSR6carteiraCarteira 2019ITSA4UNIP3VVAR3