Corretora ou Banco: Qual a melhor para o Tesouro Direto?

Corretora ou Banco: Tanto o banco como a corretora, oferecem opções de investimento em títulos públicos. Conheça ambas instituições e saiba qual o melhor custo benefício.
Em 2018 a Proteste lançou uma pesquisa sobre a melhor experiência de investimento no tesouro direto. Logo, foi verificado que as melhores opções ficavam entre as corretoras, no caso, a XP Investimentos e a Easynvest.
Todavia, sabemos que em 2017 o Itaú Unibanco (ITUB4) comprou parte das operações da XP Investimentos. Tal movimentação sobe um sinal de alarme entre os investidores e surge a dúvida: é melhor investir via banco ou corretora?
Para responder essa questão, a UOL consultou alguns especialistas que apontassem quais as vantagens e desvantagens. No final, obtiveram as seguintes conclusões: Quem possui um alto valor disponível para investimento, optar por um ou outro é indiferente, pois possuirá diversos produtos e benefícios. Entretanto, para investidores menores sugerem uma corretora.Agora, para aquele que não possui sequer um planejamento, optar por um ou outro é indiferente. Exceto pelo fato de algumas corretoras não cobrarem taxa de corretagem. Leia também   Bolsa já negociou quase R$ 2,7 trilhões em 2019
A seguir, mostraremos as vantagens e desvantagens de se investir no tesouro direto pelo banco ou pela corretora. Também será apresentado um ranking com o custo anual de cada corretora para investir no tesouro direto.
Índice de conteúdo Corretora ou Banco: Custos de investimento no Tesouro DiretoCorretora ou Banco: Maior quantidade de opçõesMelhor atendimento entre Corretora ou BancoNem tudo é investimento Corretora ou Banco: Custos de investimento no Tesouro Direto
Para se ter uma ideia, estima-se que 19 bilhões dos 35 bilhões do Tesouro Direto estão custodiados pelos bancos. O que significa mais de 50% do estoque nas mãos das instituições bancárias.
Em média, os bancos cobram uma taxa de 0,5% sobre os valores que foram destinados ao tesouro direto. Ao ano isso representa uma absurda quantia de 95 milhões de reais. As melhores corretoras para investir em Tesouro Direto
A grosso modo, a quantia é um desperdício. Isso porque existem várias corretoras que operam a taxa zero. A seguir você confere o custo anual de cada instituição, sobre um investimento de 25 mil reais, com dados de julho de 2018: Banco do Brasil: R$ 125,00Bradesco: R$ 125,00Banco Inter: zeroClear: zeroEasynvest: zeroItaú: R$ 125,00Mirae: R$ 50,00Mycap: R$ 50,00Rico: R$ 25,00XP Investimentos: zero Leia também   Como as corretoras e bancos que não cobram tarifas ganham dinheiro?
Apesar de parecer que a taxa cobrada é irrisória, a longo prazo pode afetar no seu bolso de forma expressiva. Isso porque investimentos como o tesouro direto geralmente são de longo prazo, e poderá dar uma boa diferença. Corretora ou Banco: Maior quantidade de opções
Supomos que você encontrou uma boa oportunidade de investimento em algum banco diferente daquele possui conta. Então você conversa com seu gerente, mas infelizmente o seu banco não consegue oferecer opção parecida.
Com uma corretora não funciona dessa forma. Ao investir por meio de uma corretora, você terá acesso às melhores oportunidades de investimento em um só local. O que resulta em uma grande variedade de opções ao cliente.
Entenda que um banco jamais irá oferecer ao seu cliente um produto disponível por outro banco. Isso por questão de concorrência, e pelo fato de que não será benéfico ao banco. Leia também   Venda dos Correios: Amazon e Alibaba entram na corrida! Melhor atendimento entre Corretora ou Banco
Conforme dito antes, a disponibilização de produtos e serviços, além do atendimento junto ao banco, é conforme o capital investido. Isso significa que grandes investidores serão melhores atendidos que os pequenos.
Já as corretoras não possuem um nível de relacionamento entre seus investidores. Todos são atendidos da mesma maneira, e ainda disponibilizam diversos canais de atendimento. Nem tudo é investimento
Um grande problema destacado pelos especialistas é que os bancos tratam alguns produtos como investimento, que não são de fato. É o caso dos títulos de capitalização.
Com as corretoras, os produtos são todos investimentos de fato, e compreendem desde títulos públicos até ações. Fora o fato do rendimento ser muitas vezes maior que o do banco.
Lembre-se: se seu dinheiro está parado no banco, saiba que poupança não é investimento, você está só perdendo dinheiro para a inflação e emprestando para o banco fazer o que bem entender. Tags: Banco do BrasilBancosBradescoClearcorretorasEasyinvestItaúMiraeMyCapRICOTesouro diretoXP investimento