O que é luta: Saiba as suas curiosidades e histórias

O que é luta
Foto: (reprodução/internet)

Saiba a história das lutas nas olimpíadas

A luta é um esporte que consiste em dois atletas que tem como objetivo tentar derrubar um ao outro. Os lutadores precisam ter força, habilidade, bom condicionamento físico e rapidez .

PUBLICIDADE

A luta é um dos esportes que existe a mais tempo no mundo. Na Grécia antiga, a luta era parte notável dos antigos Jogos Olímpicos. Com certeza ela se desenvolveu como esporte do momento em diante por causa dos combates corpo a corpo que ocorriam nas guerras.

Os variados estilos de luta que existem em alguns países, eles possuem seus próprios estilos de luta. No Japão, por exemplo, a luta de sumô é extremamente popular ,os lutadores de sumô vestem tangas e se seguram um ao outro pelo cinto. Já na União Soviética o sambô é um tipo de luta mais famoso e começou na década de 1930.

Há dois estilos de luta que se fazem presente nos Jogos Olímpicos modernos: a luta livre e a luta greco-romana. A luta livre é geralmente muito praticada em escolas e universidades nos Estados Unidos., enquanto a luta greco-romana é bem mais popular na Europa.

PUBLICIDADE

Às arena e os equipamentos nas Olimpíadas, assim como em outras competições oficiais de  luta livre e de  luta greco-romana , as competições ocorrem em uma grande tapete, tipo uma esteira, esses  tapetes alteram de formato e de tamanho e dependem do nível da competição.

Os lutadores utilizam roupas elásticas que envolvem as coxas, tronco e a cintura, os calçados são de um tipo especial que ajudam os lutadores a se manter de pé. De quando em quando os lutadores estão usando joelheiras e protetores de orelha.

Os combates e as disputas de luta greco-romana e de luta livre são bastante parecidas. Em ambas as práticas, as pessoas que lutam tentam dominar o adversário, prendendo o competidor de costas no chão. O propósito é levar os dois ombros do oponente a encostar o chão ao mesmo tempo, então esse golpe é chamado de encostamento.

O combate se inicia com os dois lutadores de pé, no meio do tapete. Eles então procuram  controlar e agarrar um ao outro, usando vários golpes.

Na luta livre, aproximadamente todos os golpes de pernas e braços são permitidos. Os lutadores são capazes de usar as pernas para dar  envolver, rasteiras ou prender o adversário.

No estilo greco-romano, os lutadores só conseguem dar golpes acima da cintura, por causa de regras. Eles não são capazes de dar rasteiras nem envolver as suas pernas ao redor do adversário. Geralmente as regras proíbem ações que sejam capazes de machucar o oponente, como  chutes, estrangulamento e socos.

PUBLICIDADE

Um juiz fica na arena junto dos lutadores. Ele concede pontos para cada golpe bem-sucedido. O juiz também diz quando acontece um golpe de encostamento. Esse golpe repercutiu na vitória imediata do lutador. No momento em que não há o golpe de encostamento, ganha o lutador com mais pontos.

Na história, por volta dos anos 3000 a.C., a luta já encontrava-se no Egito e na Babilônia, um reino da Mesopotâmia. Os povos da  China e da Índia antiga também já praticavam lutas.

Por volta do século XVIII, os combates de luta ocorriam em  circos e nas feiras. Os melhores lutadores entraram em competições e competiam contra qualquer um que os desafiasse.

A luta também foi famosa durante a expansão dos Estados Unidos para o oeste. Nesse período, era um esporte muito bruto. Todo golpe era autorizado, com exclusão do estrangulamento.

O estilo luta livre e o greco-romano surgiram no decorrer da segunda metade do século XIX. Em 1869, a luta greco-romana realizou parte dos primeiros Jogos Olímpicos modernos. A luta livre foi inserida nos Jogos Olímpicos de 1904. A luta livre feminina se tornou um esporte olímpico somente em 2004.

No Brasil, um estilo de luta livre chamado Telecatch, esse consistia em uma mistura de combate, circo e encenação teatral, que ficou bastante popular entre as décadas de 1960 e 1980.

Os competidores não lutavam de forma verdadeira, geralmente seus movimentos e golpes beirando ao engraçado e de forma exagerada, costumavam ser coreografados e ensaiados. Essa luta hilariante era transmitida pelas tvs e atraíam grandes audiências.

Já o ensino das lutas na escola é algo muito importante, tanto para a formação motora como psicológica e também social dos educandos.

PUBLICIDADE

INSCREVA-SE

Digite seu email:

Entregue por FeedBurner